BIOGRAFIA

Foi em 1993, tinha eu 12 anos, quando me apaixonei pela bateria. Foi amor a 1ª vista numa loja de instrumentos usados em São Paulo.
Porém foram precisos 2 anos para que eu conseguisse convencer os meus pais a deixar entrar uma “coisa daquelas” tão grande e barulhenta dentro de um apartamento onde os vizinhos reclamavam até mesmo do barulho da talevisão!

Enfim, mil e uma técnicas foram utilizadas para melhor abafar o som da nova hóspede e a partir daí, em 1995, e até hoje nunca mais larguei este vício!

Foram inúmeras bandas de originais e covers, centenas de concertos dados em vários países pelo mundo, desde grandes auditórios e festivais ao buraco mais feio e sujo, e 6 álbuns gravados até a data.

Destacam-se os projectos de maior duração: Easyway, Custom Circus (Custom Café), L’Aventure, Monstro e Sacred Sin.

Com Easyway, gravamos 3 álbuns, fizemos inúmeras tours dentro e fora de Portugal e tocámos nas salas e festivais mais emblemáticos do país.

Com o Custom Circus gravei 2 álbuns e ajudei nos arranjos das músicas. Fiz parte de 4 musicais desta companhia de teatro entre 2005 e 2014.

Com os Sacred Sin, em 2000, gravei um álbum e fiz várias tours pela Europa.

L’Aventure e Monstro são projectos novos, ambos em processo de promoção do 1º álbum. Vale a pena ver e ouvir!

Guardo comigo uma frase dita no filme “Whiplash” no qual me identifico bastante:

- Um músico nunca se aposenta.

E assim será...

Relacionado